sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

2013 se aproxima!

Como temos feito nos últimos anos, postamos mais uma mensagem sobre os acontecimentos significativos e marcantes por vir.

Já há muito falamos sobre o que está em curso, e não custa a percebermos que cada vez mais as transformações confirmam a percepção de que estamos em momento delicado de nossa história.

Os eventos naturais intensos e contínuos que persistem, sempre com a marca de serem os maiores dos últimos tempos, e em muitos casos repetitivos e de abrangência nem sempre tão distintas, são em parte uma preparação.

A escalada dos conflitos, marcados pela intolerância religiosa que vimos ocorrer com muito sofrimento e de maneira ainda mais forte que em períodos recentes, não deixam dúvidas sobre os sinais das mudanças.

A crise mundial que não chegou ainda ao ápice!  Toda as humilhações que muitos hoje sofrem, quando se imaginavam seguros e acima dos outros.

Tudo se amplificando ainda mais e intensamente nos meses futuros!

Sua Santidade o Papa, foi iluminado e feliz ao fazer de 2013 o Ano da Fé, é crucial para os cristãos a renovação de suas convicções e o fortalecimento da fé e da esperança em nosso Senhor Jesus Cristo.

O momento urge pelo fortalecimento da Igreja e do povo de Deus!  Já antes de 2012 falávamos das dificuldades para os cristãos, agora não será diferente, mas temos a chance de renovarmos.

Apesar de ataques cada vez mais intensos, é pela convicção cristã que encontramos alívio em nossos momentos difíceis.  Por isso faz-se necessário fortalecer nossa Igreja!

Num ano onde a fome se mostrará mais intensa em muitas partes, inclusive onde nem sempre era vista, e que a violência crescente porá a prova a fé de muitos.

E cujo os primeiros sinais e momentos serão presságios das situações ainda mais difíceis.

Chegará o momento em que todos vão entender o que nos ocorre nos últimos tempos, a misericórdia já se distancia!  O que ocorre quando mal se rompe o tempo.

Como é difícil mesmo para muitos religiosos "fervorosos", mas que como sepulcros caiados, enchem o coração de mágoas, tristezas e rancor, tirando o espaço destinado ao amor de Cristo e ao Espírito Santo, e que tantas vezes em meio a conflitos e atormentações locais, confiam somente em si e em seus "projetos falíveis", sua percepção sobre as coisas como sendo de sua única competência, quantos ao se depararem com alguém que em meio a suas angústia recorrem a Palavra de Deus ou aos exemplos de Jesus, e são interpelados por quem deveria estimulá-los, e contrariamente dizem deixe Deus e sua Palavra de lado!  Quando deveria ser o contrário, e em meio as aflições, deveria receber uma palavra de afeto e amor, e que fosse pautada pela verdade. Como disse-nos Jesus, julguem com a verdade! Alimentem-se também do sagrado, pois não só de pão viverá o homem!

João 7:24

Não julguem pelas aparências, mas conforme a verdade.

João 6:50

Eis aqui o pão que desceu do céu: quem dele comer nunca morrerá.

Alguns insistem em manter sua posição arrogante, e é mais fácil levantar dúvidas sobre Deus e Jesus, do que acreditar em suas próprias fantasias, que não conduz verdade, e muitas vezes não passa de suposições.
Onde no fundo há nestes uma necessidade de negativa, apenas para não mostrar sua frágil existência diante de um poder superior, e que põem em cheque suas contradições e suas ações que recaem em males e sofrimentos a muitos e a si mesmos.

O que importa se por uma historia acessível explica-se que a vida veio de uma substância inorgânica por força de Deus, e que isto foi dito a milhares de anos, ou se a ciência hoje já vislumbra a mesma concepção de surgimento da vida a partir do que não tinha vida.  Para nós a negação na verdade se configura numa ratificação, e o saldo é que deveríamos rever a nossa resistência a fé e a percepção de Deus, ao invés de prosseguir na escuridão.

Quantos são os casos em que apesar de todo conhecimento o homem aponta, para um fim, para uma perda irreversível e Deus mostra o impossível acontecer?

Quantos bebês condenados à morte ao nascer pelo diagnóstico de anencefalia, e que a depender de médicos teriam a vida abreviada, sobrevivem e atingem dois, três anos de idade e assim por diante, trazendo alegrias e boas surpresas, verdadeiros milagres. 

Quantos são os fatos que por mais que tentem a ciência não explica, , mas encontra uma razão à luz da fé! Doenças incuráveis milagrosamente curadas, etc.

E ainda há os que esquecem de procurar Jesus e seus ensinamentos, e corações pobres e amedrontados, se deixam levar por sinais, não mais que sinais que não são em si o perigo ou a evidência do fim.

Pergunto a vocês: O sentido da vida está no tempo de nossa existência, ou na intensidade e nas coisas que podemos viver? Ou será que 3, 5, 10, 30, 60, 100 anos é significam mais ou menos perante o ato de amar e partilhar?

Jesus nos fará ver melhor o que estamos fazendo, deixamos de buscar uma vida melhor e plena já aqui, por ilusões e maldades que prezamos, sentimentos, sensações, desejo de poder e superioridade dentre muitos outros erros, e que nos distanciam um dos outros e de Deus. 

Não somos castigados, nós nos impomos castigos para os quais já há inúmeros avisos, e uma imensa demonstração do amor de Deus!

Para interromper deixo uma mensagem que será compreensível para muitos!  Pensem no que estão fazendo!

Lucas 21:20-22

Quando vocês virem Jerusalém cercada de acampamentos, fiquem sabendo que a destruição dela está próxima.  Então, os que estiverem na Judéia, devem fugir para as montanhas; os que estiverem no meio da cidade, devem afastar-se; os que estiverem no campo não entrem na cidade. Pois esses dias são de vingança, para que se cumpra tudo o que dizem as Escrituras. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja responsável em seus comentários!

Flagrantes e opiniões no Foco BRASIL

Estamos elaborando e produzindo um novo instrumento de prestação de serviços de utilidade pública, de divulgação de ações sociais e expressão de opiniões, denúncia e informações.

Trata-se do blog Foco BRASIL que breve estaremos publicando, nele estaremos abordando questões relacionadas com o cotidiano e comportamento social, política, administração pública e povo.
Além de implementar, divulgar e apoiar ações de prestação de serviço de utilidade pública

Nossa abordagem será mais específica e isenta, numa linha de informação clara, que estará integrada as outras propostas, em alguns momentos complementando ações em curso, contudo com um formato diferente do trabalho que fazemos nesta página.

Manteremos um link direto com o novo blog aqui nesta sessão, a previsão é de realizar no mínimo uma publicação semanal através deste.

AGUARDEM!

-------------------------------------

Nossas publicações em português do Brasil, podem ser traduzidas através do Translation ou outro aplicativo.
Loading...