sexta-feira, 30 de março de 2012

Que país é este?

A hipocrisia reina em algumas esferas públicas no Brasil!

Temos acompanhado algumas discussões que ocorrem em âmbito nacional, nas esferas de governo e em outros poderes constituídos, mas em especial na Câmara Federal.  Não por acaso mas por ter a expectativa de que mais lama em breve virá à tona, com fatos negativos protagonizados por alguns ilustres membros daquela casa.

Enquanto aguardamos, nossa capacidade de abstrair algumas impressões ruins que mantemos sobre o poder legislativo em especial, cada vez mais se reduz e se torna incapaz de silenciar.

No momento debates importantes para todos os brasileiros, estão em curso na câmara, ou melhor quase sempre pois até bem pouco assistimos episódios vergonhosos da disputa entre Governo e sua base aliada (uma série de P's...  da política fisiologista e pequena), com fatos políticos tidos por "normais" ocorrendo e sendo divulgados na mídia, tais como travar votações e legislar em causa própria (ou seja atitudes que cheiram chantagem e jogo de interesses mesquinhos), tudo para garantir uma forma de estruturação de campanhas e reeleições em outubro de 2012, com recursos públicos de emendas e favores políticos, em detrimento do interesse público legítimo.

Crise na base governista impede votação da Lei da Copa nesta quarta - Estadao 21.03.2012
 Líder do governo nega crise na base e diz que PMDB está "super pacificado" - R7 23.03.2012

Teixeira sairá também do Comitê Excecutivo da Fifa - Politica Livre 12.03.2012

Isto é só um aspecto negativo da atuação dos deputados (e também dos senadores no Senado Federal), não vamos esquecer da famigerada Lei Geral da Copa, onde Governo, Congresso e até Justiça (com o silêncio e/ou pouca ação de seus órgãos de representação), estão submetendo o povo brasileiro, e não apenas àqueles interessados e simpatizantes do futebol, as vontades de uma entidade a FIFA, maculada por escandá-los e outros acontecimentos recentes (a exemplo da falta de respeito com o Brasil e sua soberania), que deseja impor o interesse econômico de grandes cervejarias e fabricantes de bebidas alcoólicas, a despeito da segurança nos estádios brasileiros e do torcedor, e da sociedade como um todo.

Estados divergem sobre liberação de bebida - O Outro Lado da Notícia 23.03.2012

Maia e Cândido comemoram Lei da Copa com a liberação da venda e consumo de bebida - Estado de Minas 29.03.2012


Não é só uma questão econômica, o que tem sido levantado no debate sobre o consumo de bebidas alcoólicas durante jogos da copa, nem também as limitações a acesso aos estádios com ingressos a preços reduzidos para estudantes e idosos.  É uma questão de afirmação do povo e do Brasil, que vê suas leis comprometidas pelos interesses da FIFA e seus patrocinadores, com a benção de setores das diversas esferas de Governo, do Legislativo e do Judiciário, sem o respeito aos interesses do povo nem ao bem estar dos que desejam assistir os jogos da copa, ou estarão de alguma forma exposto aos acontecimentos ligados a estes.

Comissão aprova moção de repúdio à venda de bebidas alcoólicas nos estádios durante os jogos da Copa - EBC 07.12.2011


Em suma libera-se a violência, os excessos e os riscos inerentes, retira-se direitos constituídos em leis dos cidadãos brasileiros para aumentar os lucros dos patrocinadores que já se beneficiam dos altos investimentos públicos no evento. 

É muita hipocrisia, e não satisfeitos os deputados levantam a bandeira da moralidade e do interesse público em temas como de segurança pública, direção perigosa e embriaguez ao volante, na discussão de medidas mais duras para quem dirige embriagado, com a reformulação da Lei Seca.

Ministro da Justiça defende mudanças na Lei Seca - JB 29.03.2012

Mudança na Lei Seca gera polêmica entre motoristas de todo o Brasil - Jornal Hoje 29.03.2012

Governo e Congresso querem mudar a Lei Seca e aumentar os flagrantes de motoristas - R7 29.03.2012

Não que sejamos contra a Lei Seca, ou ao aprimoramento desta para punir de fato quem leva riscos aos cidadãos.  O que estamos alertando é a falta de moral e de compromisso com os interesses públicos pelos tais deputados, que leva a violências e a perda de soberania nacional, quando aprova-se a liberação de consumo de álcool em estádios durante um grande evento como uma Copa do Mundo.

Governo sanciona nova lei sobre consumo de bebidas alcoólicas por menores - Governo de São Paulo 19.10.2011

Governo sanciona lei que proíbe venda de bebida alcoólica para menores de 18 anos em MS - Difusora MS 26.03.2012

Deputado defende proibição de bebidas alcoólicas em áreas públicas de Mato Grosso - Cenario MT 27.03.2012

Está proibida a venda de bebidas alcoólicas em postos entre 22h e 6h - Jornal da Mídia 29.03.2012

Coibir para preservar - JC RS 30.03.2012

Na verdade somos a favor de aplicação de normas e leis ainda mais restritivas, algumas das quais existentes, a exemplo de dispositivos presentes no Estatuto da Criança e do Adolescente e que coibem a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos  pelos diversos estabelecimentos comerciais (supermercados, postos, bares, etc.), e para os quais a fiscalização é omissa, inoperante, desorganizada, inexistente e com a cumplicidade das esferas de governos e demais poderes públicos, policias, justiça, etc.   Se legislassemos adequadamente e aprovassemos dispositivos complementares, sejam federais ou estaduais (há pouca atenção e leis próprias) e fiscalizassemos (a exemplo de como se faz com a Lei Seca), teríamos um panorama diferente, mas ainda assim teria que ser posto em prárica estes princípios legais, com punição adequada aos infratores, teríamos menos viciados em álcool, menos violência, menos acidentes e mortes, menos prostituição, menos envolvimento de menores em delitos e crimes, menos despesas públicas com saúde e segurança.

Schincariol nas Eleições - Veja.Abril 12.11.2010

Verba para comunistas dispara em 4 anos - Folha 20.03.2011

STF julgará se doação de empresas a candidatos é ilegal - Gazeta do Povo 06.09.2011


Empresa de patrocinadora da CBF faz doações para bancada da bola - Blog do Perrone 25.10.2011

Deputada quer proibir doações de empresas ‎- R7 07.03.2012
 

Mas isto contraria os interesses dos fabricantes de bebidas e da mídia nacional, os mesmos que financiam campanhas eleitorais e pagam a muitos desonestos para agirem em seu benefício, portanto contraria os interesses de muitos "representantes do povo"!  Se assim não fosse já teríamos aprovado no legislativo leis que restringem a publicidade de bebidas alcoólicas, determinando horários e formas de apresentação, além de obrigar a divulgação dos males que a bebida pode provocar em quem as consome, a exemplo da propaganda de cigarros.

Projeto de Lei quer proibir propaganda de bebida alcoólica antes das 23h - Portal da Imprensa 29.03.2012

Projeto de Romero Rodrigues obriga bar a colocar advertência a motorista no cardápio - Pbagora 11.03.2012

Volto a dizer, é muita hipocrisia reinante!  Para não falar de outras questões ainda mais ruins!

Vejamos alguns dados interessantes sobre o tema, e os riscos inerentes:

Aécio se recusa a fazer teste do bafômetro e é multado - Estadão 17.04.2011

 Deputado federal é flagrado dirigindo bêbado em Brasília - Jornal Hoje 31.01.2012

Psicólogo clínico alia álcool a prática de crimes violentos ‎ - Angola Press 14.03.2012
 
 Beber nos finais de semana também causa dependência - Bonde 20.03.2012

Consumo de álcool aumenta o risco de câncer de mama - Veja Abril 29.03.2012

Na reportagem acima que trata do aumento em 50% na probabilidade de uma mulher ser acometida por um câncer de mama, a partir da ingestão de determinadas doses de bebidas alcoólicas também consta algumas advertências sobre o risco no consumo de álcool por homens ou mulheres, dentre os quais citamos trecho da reportagem:

Não é para você

Apesar de a bebida alcoólica, com moderação, proporcionar benefícios para a saúde, ela não é indicada para todos. Existem pessoas que não devem ingerir quantidade alguma de álcool, já que os prejuízos são muito maiores do que as vantagens. Sinal vermelho para quem tem os seguintes problemas:
Doença hepática alcoólica: é a inflamação no fígado causada pelo uso crônico do álcool. Principal metabolizador do álcool no organismo, o fígado é lesionado com a ingestão de bebidas alcoólicas.

Cirrose hepática:
o álcool destrói as células do fígado e é o responsável por causar cirrose, quadro de destruição avançada do órgão. Pessoas com esse problema já têm o fígado prejudicado e a ingestão só induziria a piora dele.

Triglicérides aumentado:
o triglicérides é uma gordura tão prejudicial quanto o colesterol, já que forma placas que entopem as artérias, podendo causar infarto e derrame cerebral. O álcool aumenta essa taxa. Portanto, quem já tiver a condição deve manter-se longe das bebidas alcoólicas.

Pancreatite: a doença é um processo inflamatório do pâncreas, que é o órgão responsável por produzir insulina e também enzimas necessárias para a digestão. O consumo exagerado de álcool é uma das causas dessa doença, e sua ingestão pode provocar muita dor, danificar o processo de digestão e os níveis de insulina, principal problema do diabetes.

Úlcera: é uma ferida no estômago. Portanto, qualquer irritante gástrico, como o álcool, irá piorar o problema e aumentar a dor.

Insuficiência cardíaca: por ser tóxico, o álcool piora a atividade do músculo cardíaco. Quem já sofre desse problema deve evitar bebidas alcoólicas para que a atividade de circulação do sangue não piore.

Arritmia cardíaca: de modo geral, ele afeta o ritmo dos batimentos cardíacos. A bebida alcoólica induz e piora a arritmia.                 


Redobre a atenção

Há também aqueles que devem ter muito cuidado ao beber, mesmo que pouco. Tudo depende do grau da doença, do tipo de remédio e do organismo de cada um.
Problemas psiquiátricos: o álcool muda o comportamento das pessoas e pode alterar o efeito da medicação. É arriscada, portanto, a ingestão de bebida alcoólica por aqueles que já têm esse tipo de problema.

Gastrite: é uma fase anterior à úlcera e quem sofre desse problema deve tomar cuidado com a quantidade de bebida alcoólica ingerida. Como pode ser curada e controlada, é permitido o consumo álcool moderado, mas sempre com autorização de um médico.

Diabetes:
Todos os diabéticos devem ficar atentos ao consumo de álcool. A quantidade permitida dessa ingestão depende do grau do problema, dos remédios e do organismo da pessoa. Recomenda-se, se for beber, optar por fazê-lo antes ou durante as refeições para evitar a hipoglicemia.


VEJAM ESTES DADOS DO Ministério da Saúde

G.5 Taxa de prevalência de consumo abusivo de bebidas alcoólicas - IDB Brasil 2010 Datasus

G.6 Taxa de prevalência de indivíduos dirigindo veículos motorizados após consumo abusivo de bebidas alcoólicas - IDB Brasil 2010 Datasus

Eis alguns dados que extraímos do sistema, onde há um destaque para o consumo excessivo no Nordeste e empate nas regiões Norte e Centro Oeste (segundo colocados), numa clara relação entre consumo abusivo com os fatores sócio-econômicos (educação, renda, emprego, etc.):

G.5 Taxa de prevalência de consumo abusivo de bebidas alcoólicas

Tx prev consumo abusivo álcool segundo Região (capitais)
Período:
2009
Região (capitais) Tx prev consumo abusivo álcoolIC95%
Fonte: MS/SVS/CGDANT - VIGITEL: Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico.
Notas:
  1. Taxa de prevalência: percentual de adultos (18 anos ou mais de idade) com consumo abusivo de álcool.
  2. As proporções são calculadas desconsiderando os casos sem declaração e os não aplicáveis.
  3. Percentual ponderado para ajustar a distribuição sociodemográfica da amostra do VIGITEL à distribuição da população adulta no Censo Demográfico de 2000.
  4. Até o IDB-2008, este indicador era numerado como D.25, e tinha como fonte o Inquérito Domiciliar de Comportamentos de Risco de Morbidade Referida de Doenças e Agravos Não Transmissíveis, de 2002/2003 e 2004/2005.
 
TOTAL 18,9 (17,9-19,9)
Região Norte 19,4 (17,7-21,1)
Região Nordeste 21,8 (20,4-23,1)
Região Sudeste 17,5 (15,7-19,4)
Região Sul 15,5 (13,8-17,2)
Região Centro-Oeste 19,4 (17,1-21,7)

Legenda:
IC95% - Intervalo de Confiança (α = 0,05), levando-se em consideração o efeito do desenho do estudo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja responsável em seus comentários!

Flagrantes e opiniões no Foco BRASIL

Estamos elaborando e produzindo um novo instrumento de prestação de serviços de utilidade pública, de divulgação de ações sociais e expressão de opiniões, denúncia e informações.

Trata-se do blog Foco BRASIL que breve estaremos publicando, nele estaremos abordando questões relacionadas com o cotidiano e comportamento social, política, administração pública e povo.
Além de implementar, divulgar e apoiar ações de prestação de serviço de utilidade pública

Nossa abordagem será mais específica e isenta, numa linha de informação clara, que estará integrada as outras propostas, em alguns momentos complementando ações em curso, contudo com um formato diferente do trabalho que fazemos nesta página.

Manteremos um link direto com o novo blog aqui nesta sessão, a previsão é de realizar no mínimo uma publicação semanal através deste.

AGUARDEM!

-------------------------------------

Nossas publicações em português do Brasil, podem ser traduzidas através do Translation ou outro aplicativo.
Loading...