sexta-feira, 10 de abril de 2015

É grave e necessário enfrentar!

O que muitos que estão com a responsabilidade de representar o povo brasileiro, estão fazendo aos trabalhadores é muito grave, e exige que cada um que preza pela dignidade e justiça, denuncie seus atos e interesses mesquinhos condicionados ao dinheiro e lucros para eles e quem não tem valores, sendo capazes de submeter quem pelo trabalho digno constrói sua vida (milhões e milhões de trabalhadores honestos) a condições desumanas e injustas, e com falsos pretexto de reparar injustiças a uma parte, submete todos aos riscos e perdas que podem levar a muito mais acidentes, mutilações, perdas de garantias e dignidade, a injustiças sociais e ao aumento da corrupção.

Deus conhece nossas motivações e está ao lado da justiça e da verdade, amparando as vítimas dos que agem por seus egoísmos emplacando e semeando dores e sofrimentos em seus caminhos.

Replicamos a publicação do Foco BRASIL contrária a aprovação e ao Projeto de Lei 4330, empurrado contra à vontade da maioria dos brasileiros sobre os trabalhadores e entidades de defesa das classes operárias, como forma de desmantelar os avanços e garantias trabalhistas e sociais construídos com luta e sofrimentos ao longo de décadas.

---------------------------------------------------------

Texto integral publicado no Foco BRASIL :

Uma luta árdua para os brasileiros.


Os trabalhadores brasileiros e outros importantes segmentos sociais, há pelo menos 11 anos, estão em meio a uma difícil e decisiva luta contra a precarização de direitos trabalhistas e pela manutenção de uma promessa de sociedade menos exclusiva socialmente, e mais justa sobre diversos aspectos.

CENTRAIS SINDICAIS PROMOVEM ATOS CONTRA A APROVAÇÃO DO PL 4330 - Brasil 247 07.04.2015

Juízes do Trabalho contra a terceirização - Estadão 07.04.2015

PL da terceirização é o início da barbárie - Conversaafiada 06.04.2015

Protestos e violência na Câmara dos Deputados adiam votação do PL 4330 - 04.09.2013

"PL 4.330 conduz a nação a um futuro de empresas sem empregados", diz Anamatra - Ihu Unissinos 28.08.2013

Este duro embate segue-se em razão das sucessivas tentativas por parte de membros das classes patronais, elites econômicas e segmentos políticos conservadores que por meio das insistentes tentativas de aprovação de medidas injustas e desequilibrantes, como as contidas no Projeto de Lei 4330/2004 do então deputado Sandro Mabel, tentam impor derrotas e ameaças grotescas aos trabalhadores, as garantias e direitos trabalhistas históricos e obtidos após árduas batalhas, e claro as organizações sindicais e classes trabalhadoras sérias e comprometidas verdadeiramente, assim como aos que defendem políticas e ações transformadoras em prol das classes menos assistidas da sociedade brasileira.

Protestos contra o PL 4330 - CUT

'PL da terceirização é atrocidade', diz Vagner Freitas, presidente da CUT - CUT 09.04.2015

Não se trata da defesa de discursos de sindicalistas simplesmente, ou de manutenção de privilégios e de negação de atitudes e leis que poderiam aumentar o número de empregos formais ou regular segmentos pouco regulados no meio trabalhista, como alguns argumentam para defender a proposta da PL 4330 que agora oportunamente, algumas figuras do Congresso à exemplo do atual presidente  da Câmara deputado Eduardo Cunha, ou de Paulinho da Força Sindical, forçosamente tentam empurra de goela abaixo da maioria dos trabalhadores brasileiros.

Polícia espanca trabalhadores em Brasília durante protestos contra PL 4330 - Foto reproduzida de Viomundo

A verdade é que o processo que se estende há mais de dez anos, de repente ganha nova força por meio de políticos recém eleitos como Eduardo Cunha e que receberam muita doação de campanha e assistência de empresários de segmentos que vêem na precarização das leis trabalhistas, na quebra de direitos assegurados na CLT e na terceirização indiscriminada, oportunidades de enormes lucros.

Não se pode pensar em garantir maior formalidade e regulação adequada de segmentos do trabalho, á custas de leis inconstitucionais, pois afrontam princípios norteadores presentes na Constituição de 1988, frutos de muitas e difíceis disputas sociais e políticas.  Criar ou oficializar uma categoria de trabalhadores inferior, é o princípio para o desmantelamento dos avanços e garantias históricas essências, como 13º, abono de férias e algumas recentes como a licença maternidade, pois de forma indiscriminada como propõem e asseguram a terceirização até em áreas fins de empresas estatais, fará com que diminua-se cada vez mais os postos que tem garantias amparadas na CLT em favor de vagas e "empregos" terceirizados e menos assegurados jurídica e socialmente.

São fatos ou riscos apontados por especialistas em relações do trabalho, juristas, advogados, juízes e entidades de classes.  O caminho é regular sim as terceirizações mas não com a inversão de valores, em que se prioriza a retirada de garantias legais que naturalmente deveria serem estendidas aos que trabalham no segmento.  São formas de preservar a dignidade do trabalhador, assegurar garantias sociais, e protegê-los de ambientes instáveis, insalubres, de regimes semelhantes a escravidão, e do abuso do poder econômico por grupos e classes empresariais e industriais ansiosas por enormes lucros e ganhos de curto prazo sem compromisso social.

É preciso lembrar que muitos dos que defendem a PL 4330, mesmo no meio sindical como há alguns, esperam beneficiar-se de desvios que constam no texto, nos quais asseguram a empresas e seus representantes a possibilidade de escolherem com quem negociar, ameaçando sindicatos que tem uma história de lutas e conquistas em prol de suas categorias, e favorecendo o mercado do peleguismo, onde poderiam optar e comprar sindicalistas que se aliam a patrões para montarem acordos pouco favoráveis aos representados, com trocas, dinheiros, prêmios e favores a diretores pelegos.

Além disto as propostas contidas no texto da nova Lei, em discussão acelerada de forma oportunista, vão descambar para enfraquecimento de medidas que evitam apadrinhamentos e ingressos em empresas públicas e de economias mistas, enfraquecendo ou pondo fim ao ingresso por meio de concurso público, uma forma justa e menos nociva de contratação instituídas há poucas décadas, o que pode ferir gravemente as estruturas do Estado.

Devemos saudar a atitude de representantes da OAB, dos trabalhadores como os sindicatos e instâncias da CUT, e outras confederações como a CTB, aos membros e políticos de partidos como PT, PC do B, PSOL, etc. além de outros segmentos sociais como UNE, MST, e mesmo representações de classe dos membros da justiça do trabalho pelas frequentes ações e posições de confrontamento a esta ameaça  social proposta por meio da destruição da dignidade do trabalhador e da base legal que o ampara, a exemplo da CLT e de capítulos de nossa Constituição, que advém de medidas arbitrárias como a PL 4330.  Mesmo que seja aprovada, o que torcemos que não ocorra, não podemos abrir mão de lutar para que a Presidenta Dilma use seu direito de veto, e que a justiça em especial o STF quando provocado aponte a inconstitucionalidade e arbitrariedade das propostas, não desistindo da luta em face destas probabilidades e de possíveis condutas dos deputados e senadores traidores da sociedade e seus representados.



PL 4330: Projeto que ameaça concursos públicos pode ser votado na Câmara - ASSUFRGS

Nove motivos para você se preocupar com a nova lei da terceirização - Revista Fórum 08.04.2015

Câmara atende empresários, rasga CLT e aprova PL 4330 - FUP 08.04.2015




Paulinho da Força e Eduardo Cunha estão rindo dos trabalhadores?  Reprodução de foto do Google.

--------------------------------------------------------

Mal publicamos e vem o resultado da aprovação do famigerado PL 4330, uma traição colossal de falsos representantes comprometidos com seus próprios interesses financeiros.

Triste é ver que muitos antigos socialistas aliaram-se ao projeto de desmonte do Brasil, dos avanços e conquistas construídos com sofrimentos e dedicação de brasileiros guerreiros, que só encontraram ressonância em personagens como Getúlio Vargas, Jango e recentemente Lula à frente do país.

Mas como dissemos a luta é árdua e apenas vivenciamos mais um capítulos, muitos outros logo ocorreram, as ações no STF, onde esperamos que em seu momento resultem na reparação necessária e não em mais um episódio como o de vistas solicitadas por Gilmar Mendes apenas para protelar o que é de interesse do povo em benefício de antigas elites.  ,

Cabe as centrais como a CUT encabeçar uma forte resistência e denúncia de figuras como Paulinho da Força e Eduardo Cunha, que optaram por beneficiar elites e não fazer justiça aos trabalhadores.

Vannuchi: Eduardo Cunha vendeu aos empresários o compromisso de aprovar o PL da terceirização - Viomundo 07.05.2015

TST e Anamatra são contra terceirização - Diário da Manhã 08.04.2015

Cunha responde a manifestantes contra terceirização: ‘me estimula a votar mais’ - Revista Fórum 08.04.2015

CUT chama GREVE GERAL para 15.04, quarta-feira, é hora dos trabalhadores defenderem de fato suas conquistas ameaçadas por uma corja de oportunistas.

Confira como votou cada deputado:
PCdoB
Alice Portugal BA – Não
Aliel Machado PR – Não
Carlos Eduardo Cadoca PE – Sim
Chico Lopes CE – Não
Daniel Almeida BA – Não
Davidson Magalhães BA – Não
Jandira Feghali RJ – Não
Jô Moraes MG – Não
João Derly RS – Não
Luciana Santos PE – Não
Orlando Silva SP – Não
Rubens Pereira Júnior MA – Não
Wadson Ribeiro MG – Não
Total PCdoB: 13
PSOL
Cabo Daciolo RJ – Não
Chico Alencar RJ – Não
Edmilson Rodrigues – PA Não
Ivan Valente SP – Não
Jean Wyllys RJ – Não
Total PSOL: 5
PT
Adelmo Carneiro Leão MG – Não
Afonso Florence BA – Não
Alessandro Molon RJ – Não
Ana Perugini SP – Não
Andres Sanchez SP – Não
Angelim AC Não
Arlindo Chinaglia SP – Não
Assis Carvalho PI – Não
Assis do Couto PR – Não
Benedita da Silva RJ – Não
Beto Faro PA – Não
Bohn Gass RS – Não
Caetano BA Não
Carlos Zarattini SP – Não
Chico D Angelo RJ – Não
Décio Lima SC – Não
Enio Verri PR – Não
Erika Kokay DF – Não
Fabiano Horta RJ – Não
Fernando Marroni RS – Não
Givaldo Vieira ES – Não
Helder Salomão ES – Não
Henrique Fontana RS – Não
João Daniel SE – Não
Jorge Solla BA – Não
José Airton Cirilo CE – Não
José Guimarães CE – Não
José Mentor SP – Não
Leo de Brito AC – Não
Leonardo Monteiro MG – Não
Luiz Couto PB – Não
Luiz Sérgio RJ – Não
Luizianne Lins CE – Não
Marco Maia RS – Não
Marcon RS – Não
Margarida Salomão MG – Não
Maria do Rosário RS – Não
Merlong Solano PI – Não
Moema Gramacho BA – Não
Nilto Tatto SP – Não
Odorico Monteiro CE – Não
Padre João MG – Não
Paulão AL – Não
Paulo Pimenta RS – Não
Paulo Teixeira SP – Não
Pedro Uczai SC – Não
Professora Marcivania AP – Não
Ságuas Moraes MT – Não
Sibá Machado AC – Não
Toninho Wandscheer PR – Não
Valmir Assunção BA – Não
Valmir Prascidelli SP – Não
Vander Loubet MS – Não
Vicente Candido SP – Não
Vicentinho SP – Não
Waldenor Pereira BA – Não
Weliton Prado MG – Não
Zé Carlos MA – Não
Zé Geraldo PA – Não
Zeca Dirceu PR – Não
Zeca do Pt MS – Não
Total PT: 61
DEM
Alberto Fraga DF – Sim
Alexandre Leite SP – Sim
Carlos Melles MG – Sim
Efraim Filho PB – Sim
Eli Côrrea Filho SP – Sim
Elmar Nascimento BA – Sim
Felipe Maia RN – Sim
Hélio Leite PA – Sim
Jorge Tadeu Mudalen SP – Sim
José Carlos Aleluia BA – Sim
Mandetta MS – Sim
Misael Varella MG – Sim
Moroni Torgan CE – Não
Onyx Lorenzoni RS – Sim
Osmar Bertoldi PR – Sim
Pauderney Avelino AM – Sim
Paulo Azi BA – Sim
Professora Dorinha Seabra Rezende TO – Não
Rodrigo Maia RJ – Sim
Total DEM: 19
PDT
Abel Mesquita Jr. RR – Sim
Afonso Motta RS – Sim
André Figueiredo CE – Sim
Dagoberto MS – Sim
Damião Feliciano PB – Não
Deoclides Macedo MA – Sim
Félix Mendonça Júnior BA – Sim
Flávia Morais GO – Sim
Giovani Cherini RS – Sim
Major Olimpio SP – Sim
Marcelo Matos RJ – Não
Marcos Rogério RO – Não
Mário Heringer MG – Sim
Roberto Góes AP – Sim
Sergio Vidigal ES – Sim
Subtenente Gonzaga – MG Não
Weverton Rocha MA – Sim
Wolney Queiroz PE – Não
Total PDT: 18
PEN
André Fufuca MA – Sim
Junior Marreca MA – Sim
Total PEN: 2
PHS
Adail Carneiro CE – Sim
Carlos Andrade RR – Sim
Diego Garcia PR – Não
Kaio Maniçoba PE – Sim
Marcelo Aro MG – Sim
Total PHS: 5
PMDB
Alceu Moreira RS – Sim
Baleia Rossi SP – Sim
Cabuçu Borges AP – Sim
Carlos Henrique Gaguim TO – Sim
Carlos Marun MS – Sim
Celso Jacob RJ – Sim
Celso Maldaner SC – Sim
Celso Pansera RJ – Sim
Daniel Vilela GO – Sim
Danilo Forte CE – Sim
Darcísio Perondi RS – Sim
Dulce Miranda TO – Sim
Edinho Bez SC – Sim
Edio Lopes RR – Sim
Eduardo Cunha RJ – Art. 17
Elcione Barbalho PA – Sim
Fabio Reis SE – Sim
Fernando Jordão RJ – Sim
Flaviano Melo AC – Sim
Geraldo Resende MS – Sim
Hermes Parcianello PR – Não
Hildo Rocha MA – Sim
Hugo Motta PB – Sim
Jarbas Vasconcelos PE – Sim
João Arruda PR – Não
João Marcelo Souza MA – Sim
José Fogaça RS – Sim
Josi Nunes TO – Sim
Laudivio Carvalho MG – Sim
Lelo Coimbra ES – Sim
Leonardo Picciani RJ – Sim
Leonardo Quintão MG – Sim
Lindomar Garçon RO – Sim
Lucio Mosquini RO – Não
Lucio Vieira Lima BA – Sim
Manoel Junior PB – Sim
Marcelo Castro PI – Sim
Marcos Rotta AM – Sim
Marinha Raupp RO – Não
Marquinho Mendes RJ – Sim
Marx Beltrão AL – Sim
Mauro Lopes MG – Sim
Mauro Mariani SC – Sim
Mauro Pereira RS – Sim
Newton Cardoso Jr MG – Sim
Osmar Serraglio PR – Sim
Osmar Terra RS – Não
Pedro Chaves GO – Sim
Rodrigo Pacheco MG – Sim
Rogério Peninha Mendonça SC – Sim
Ronaldo Benedet SC – Sim
Roney Nemer DF – Sim
Saraiva Felipe MG – Sim
Sergio Souza PR – Sim
Silas Brasileiro MG – Sim
Soraya Santos RJ – Sim
Valdir Colatto SC – Sim
Veneziano Vital do Rêgo PB – Sim
Vitor Valim CE – Não
Walter Alves RN – Sim
Washington Reis RJ – Sim
Total PMDB: 61
PMN
Dâmina Pereira MG – Sim
Hiran Gonçalves RR – Sim
Total PMN: 2
PP
Afonso Hamm RS – Sim
Aguinaldo Ribeiro PB – Sim
Arthur Lira AL – Sim
Beto Rosado RN – Sim
Cacá Leão BA – Sim
Conceição Sampaio AM – Sim
Covatti Filho RS – Sim
Dilceu Sperafico PR – Sim
Dimas Fabiano MG – Sim
Eduardo da Fonte PE – Sim
Esperidião Amin SC – Sim
Ezequiel Fonseca MT – Sim
Fernando Monteiro PE Sim
Guilherme Mussi SP – Sim
Iracema Portella PI – Sim
Jerônimo Goergen RS – Sim
Jorge Boeira SC – Não
José Otávio Germano RS – Sim
Julio Lopes RJ – Sim
Lázaro Botelho TO – Sim
Luis Carlos Heinze RS – Sim
Luiz Fernando Faria MG – Sim
Marcelo Belinati PR – Não
Marcus Vicente ES – Sim
Mário Negromonte Jr. BA – Sim
Missionário José Olimpio SP – Sim
Nelson Meurer PR – Não
Odelmo Leão MG – Sim
Paulo Maluf SP – Sim
Renato Molling RS – Sim
Ricardo Barros PR – Sim
Roberto Balestra GO – Sim
Roberto Britto BA – Sim
Ronaldo Carletto BA – Sim
Sandes Júnior GO – Sim
Simão Sessim RJ – Sim
Toninho Pinheiro MG – Sim
Total PP: 37
PPS
Alex Manente SP – Sim
Arnaldo Jordy PA – Não
Carmen Zanotto SC – Sim
Eliziane Gama MA – Não
Hissa Abrahão AM – Sim
Marcos Abrão GO – Sim
Moses Rodrigues CE – Não
Raul Jungmann PE – Sim
Roberto Freire SP – Sim
Rubens Bueno PR – Sim
Sandro Alex PR – Sim
Total PPS: 11
PR
Aelton Freitas MG – Sim
Alfredo Nascimento AM – Sim
Altineu Côrtes RJ – Sim
Anderson Ferreira PE – Sim
Bilac Pinto MG – Sim
Cabo Sabino CE – Não
Capitão Augusto SP – Sim
Clarissa Garotinho RJ – Não
Dr. João RJ – Sim
Francisco Floriano RJ – Sim
Giacobo PR – Sim
Gorete Pereira CE – Sim
João Carlos Bacelar BA – Não
Jorginho Mello SC – Sim
José Rocha BA – Sim
Lincoln Portela MG – Não
Luiz Cláudio RO – Sim
Luiz Nishimori PR – Sim
Magda Mofatto GO – Sim
Marcio Alvino SP – Sim
Maurício Quintella Lessa AL – Sim
Miguel Lombardi SP – Sim
Milton Monti SP – Sim
Paulo Feijó RJ – Sim
Remídio Monai RR – Sim
Silas Freire PI – Não
Tiririca SP – Não
Vinicius Gurgel AP – Sim
Wellington Roberto PB – Sim
Zenaide Maia RN – Abstenção
Total PR: 30
PRB
Alan Rick AC – Sim
André Abdon AP – Sim
Antonio Bulhões SP – Não
Beto Mansur SP – Sim
Carlos Gomes RS – Sim
César Halum TO – Sim
Cleber Verde MA – Sim
Fausto Pinato SP – Sim
Jhonatan de Jesus RR – Sim
Jony Marcos SE – Não
Marcelo Squassoni SP – Sim
Márcio Marinho BA – Não
Roberto Sales RJ – Sim
Ronaldo Martins CE – Não
Rosangela Gomes RJ – Sim
Tia Eron BA – Sim
Vinicius Carvalho SP – Sim
Total PRB: 17
PROS
Ademir Camilo MG – Não
Antonio Balhmann CE – Sim
Beto Salame PA – Não
Domingos Neto CE – Sim
Dr. Jorge Silva ES – Sim
Givaldo Carimbão AL – Sim
Hugo Leal RJ – Sim
Leônidas Cristino CE – Sim
Miro Teixeira RJ – Não
Ronaldo Fonseca DF – Sim
Valtenir Pereira MT -Sim
Total PROS: 11
PRP
Alexandre Valle RJ – Sim
Juscelino Filho MA – Sim
Marcelo Álvaro Antônio MG – Sim
Total PRP: 3
PSB
Adilton Sachetti MT – Sim
Átila Lira PI – Não
Bebeto BA – Não
Fabio Garcia MT – Sim
Fernando Coelho Filho PE – Sim
Flavinho SP – Sim
Glauber Braga RJ – Não
Gonzaga Patriota PE – Sim
Heitor Schuch RS – Não
Heráclito Fortes PI – Sim
Janete Capiberibe AP – Não
João Fernando Coutinho PE – Sim
José Reinaldo MA – Sim
Jose Stédile RS – Não
Júlio Delgado MG – Sim
Keiko Ota SP – Sim
Leopoldo Meyer PR – Sim
Luciano Ducci PR – Sim
Luiz Lauro Filho SP – Sim
Luiza Erundina SP – Não
Maria Helena RR – Não
Marinaldo Rosendo PE – Sim
Pastor Eurico PE – Sim
Paulo Foletto ES – Sim
Rodrigo Martins PI – Sim
Stefano Aguiar MG – Sim
Tadeu Alencar PE – Não
Tenente Lúcio MG – Sim
Tereza Cristina MS – Sim
Vicentinho Júnior TO – Sim
Total PSB: 30
PSC
Andre Moura SE – Sim
Erivelton Santana BA – Sim
Gilberto Nascimento SP – Sim
Irmão Lazaro BA – Sim
Júlia Marinho PA – Sim
Marcos Reategui AP – Não
Pr. Marco Feliciano SP – Não
Professor Victório Galli MT – Sim
Raquel Muniz MG – Sim
Silvio Costa PE – Sim
Total PSC: 10
PSD
Alexandre Serfiotis RJ – Sim
Átila Lins AM – Sim
Cesar Souza SC – Sim
Danrlei de Deus Hinterholz RS – Não
Delegado Éder Mauro PA – Abstenção
Diego Andrade MG – Sim
Evandro Rogerio Roman PR – Sim
Fábio Faria RN – Sim
Fábio Mitidieri SE – Sim
Fernando Torres BA – Sim
Francisco Chapadinha PA – Sim
Goulart SP – Sim
Herculano Passos SP – Sim
Heuler Cruvinel GO – Sim
Irajá Abreu TO – Sim
Jaime Martins MG – Sim
Jefferson Campos SP – Sim
João Rodrigues SC – Sim
Joaquim Passarinho PA – Sim
José Carlos Araújo BA – Sim
José Nunes BA – Sim
Júlio Cesar PI – Sim
Marcos Montes MG – Sim
Ricardo Izar SP – Sim
Rogério Rosso DF – Sim
Rômulo Gouveia PB – Sim
Sérgio Brito BA – Sim
Sergio Zveiter RJ – Sim
Sóstenes Cavalcante RJ – Não
Walter Ihoshi SP – Sim
Total PSD: 30
PSDB
Alexandre Baldy GO – Sim
Alfredo Kaefer PR – Sim
Antonio Imbassahy BA – Sim
Arthur Virgílio Bisneto AM – Sim
Betinho Gomes PE – Sim
Bruna Furlan SP – Sim
Bruno Covas SP – Sim
Caio Narcio MG – Sim
Célio Silveira GO – Sim
Daniel Coelho PE – Sim
Delegado Waldir GO – Sim
Domingos Sávio MG – Sim
Eduardo Barbosa MG – Sim
Eduardo Cury SP – Sim
Fábio Sousa GO – Sim
Geovania de Sá SC – Não
Giuseppe Vecci GO – Sim
Izalci DF – Sim
João Campos GO – Sim
João Castelo MA – Sim
João Gualberto BA – Sim
João Paulo Papa SP – Sim
Lobbe Neto SP – Sim
Luiz Carlos Hauly PR – Sim
Mara Gabrilli SP – Não
Marco Tebaldi SC – Sim
Marcus Pestana MG – Sim
Mariana Carvalho RO – Sim
Miguel Haddad SP – Sim
Nelson Marchezan Junior RS – Sim
Nilson Leitão MT – Sim
Nilson Pinto PA – Sim
Otavio Leite RJ – Sim
Paulo Abi-Ackel MG – Sim
Pedro Cunha Lima PB – Sim
Pedro Vilela AL – Sim
Raimundo Gomes de Matos CE – Sim
Ricardo Tripoli SP – Sim
Rocha AC – Sim
Rodrigo de Castro MG – Sim
Rogério Marinho RN – Sim
Rossoni PR – Sim
Samuel Moreira SP – Sim
Shéridan RR – Sim
Silvio Torres SP – Sim
Vitor Lippi SP – Sim
Total PSDB: 46
PSDC
Aluisio Mendes MA Sim
Luiz Carlos Ramos RJ Sim
Total PSDC: 2
PSL
Macedo CE Não
Total PSL: 1
PTB
Adelson Barreto SE – Sim
Alex Canziani PR – Sim
Antonio Brito BA – Sim
Arnaldo Faria de Sá SP – Não
Arnon Bezerra CE – Sim
Benito Gama BA – Sim
Deley RJ – Não
Eros Biondini MG – Não
Jorge Côrte Real PE – Sim
Josué Bengtson PA – Sim
Jovair Arantes GO – Sim
Jozi Rocha AP – Sim
Luiz Carlos Busato RS – Sim
Nelson Marquezelli SP – Sim
Nilton Capixaba RO – Sim
Paes Landim PI – Sim
Pedro Fernandes MA – Não
Ricardo Teobaldo PE – Sim
Ronaldo Nogueira RS – Não
Walney Rocha RJ – Sim
Wilson Filho PB – Sim
Zeca Cavalcanti PE – Não
Total PTB: 22
PTC
Brunny MG – Não
Uldurico Junior BA – Não
Total PTC: 2
PTdoB
Luis Tibé MG – Sim
Pastor Franklin MG – Sim
Total PTdoB: 2
PTN
Bacelar BA – Não
Christiane de Souza Yared PR – Não
Delegado Edson Moreira MG – Sim
Renata Abreu SP – Sim
Total PTN: 4
PV
Evair de Melo ES – Sim
Evandro Gussi SP – Sim
Fábio Ramalho MG – Sim
Leandre PR – Sim
Victor Mendes MA – Sim
William Woo SP – Sim
Total PV: 6
Solidariede
Arthur Oliveira Maia BA – Sim
Augusto Carvalho DF – Sim
Augusto Coutinho PE – Sim
Aureo RJ – Sim
Benjamin Maranhão PB – Sim
Carlos Manato ES – Sim
Elizeu Dionizio MS – Sim
Expedito Netto RO – Sim
Ezequiel Teixeira RJ – Sim
Genecias Noronha CE – Sim
Laercio Oliveira SE – Sim
Lucas Vergilio GO – Sim
Paulo Pereira da Silva SP – Sim
Zé Silva MG – Sim

Parabéns aos poucos que mostraram respeito aos interesses dos trabalhadores e votaram não ao PL 4330, agora é seguir nas ruas, combater junto ao governo pelo veto, trabalhar por emendas  e pressionar STF quanto a inconstitucionalidade das propostas e o Senado que ainda irá votar está aberração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja responsável em seus comentários!

Flagrantes e opiniões no Foco BRASIL

Estamos elaborando e produzindo um novo instrumento de prestação de serviços de utilidade pública, de divulgação de ações sociais e expressão de opiniões, denúncia e informações.

Trata-se do blog Foco BRASIL que breve estaremos publicando, nele estaremos abordando questões relacionadas com o cotidiano e comportamento social, política, administração pública e povo.
Além de implementar, divulgar e apoiar ações de prestação de serviço de utilidade pública

Nossa abordagem será mais específica e isenta, numa linha de informação clara, que estará integrada as outras propostas, em alguns momentos complementando ações em curso, contudo com um formato diferente do trabalho que fazemos nesta página.

Manteremos um link direto com o novo blog aqui nesta sessão, a previsão é de realizar no mínimo uma publicação semanal através deste.

AGUARDEM!

-------------------------------------

Nossas publicações em português do Brasil, podem ser traduzidas através do Translation ou outro aplicativo.
Loading...